Seja trigo ou pão
Ou areia no chão
Seja nuvem no céu
Da tinta ao pincel
Seja um só coração

Sendo os traços da mão
Entrelaços que dão
Entre os dedos em vão
Formam verso e canção.

(Márcio Barbosa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *